ANÁLISE DA ÁREA FLORESTAL E DO USO DO SOLO DA FLORESTA DE MIOMBO ANGOLANO ENTRE 2001-2018

Palavras-chave: Miombo Angolano, Índice de Vegetação de Diferença Normalizada, Landsat

Resumo

O presente estudo avaliou a distribuição espacial do Miombo angolano. Com base em dados de satélite, foram calculados índices de vegetação e mapas temáticos. A área ocupada por esta floresta em Angola é de 30 955 700 ha (25% do território angolano). As principais classes de uso do solo que ocorrem na zona de estudo são: Floresta (53%), Arbustos (12%), Herbáceas (10%), Agricultura (8%) e Área urbana (7%). As médias estimadas entre 2001-2018 mostraram que a perda florestal anual deste ecossistema é de 332 982 ha e um ganho florestal anual de 2 794 ha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Sérgio Fernando Kussumua, Universidade José Eduardo dos Santos

Engenheiro Florestal pela Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES) - Huambo. Técnico do Laboratório de Sistema de Informação Geográfica e Deteção Remoto (LABSIGDER) e do Centro de Ecologia Tropical e Alterações Climáticas (CETAC), Huambo, Angola.

Isaú Alfredo Bernardo Quissindo, Universidade José Eduardo dos Santos

Engenheiro Florestal pela FCA-UJES - Huambo e Mestre em Sistema de Informação Geográfica, Detecção Remota e Modelos Espaciais aplicados para a Gestão Florestal pela Universidade de Córdoba (Espanha). Docente Assistente na FCA-UJES e Coordenador do LABSIGDER desta mesma instituição, Huambo, Angola.

Publicado
30-06-2020
Como Citar
Fernando Kussumua, S., & Bernardo Quissindo, I. A. (2020). ANÁLISE DA ÁREA FLORESTAL E DO USO DO SOLO DA FLORESTA DE MIOMBO ANGOLANO ENTRE 2001-2018. Revista Eletrónica KULONGESA – TES. ISSN 2707-353X, 2(2), 181-192. Obtido de https://kulongesa.ispls.ao/index.php/kulongesa-tes/article/view/70