EXTRATIVISMO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA MINERAÇÃO: ALGUMAS REFLEXÕES NECESSÁRIAS

Palavras-chave: Extrativismo, Desenvolvimento Sustentável, Recursos Minerais, Mineração

Resumo

Um debate recente sobre extrativismo, no pensamento de desenvolvimento de países do terceiro mundo, introduz critérios que merecem ser valorizados. O extrativismo é identificado com a dependência de várias economias da extração de grandes volumes de recursos naturais que não são processados ou são processados de maneira limitada, destinados a mercados internacionais sem transferências tecnológicas significativas e uma dependência notável de investimento estrangeiro, vinculado a cadeias de comercialização global. Afirma-se que a mineração, especialmente a de metais é insustentável, por serem recursos não renováveis. Tais antecedentes incentivam uma maior reflexão sobre as perspetivas do desenvolvimento sustentável na mineração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Eglis Martín Astorga, Universidade de Moa

Doutora em Ciências Económicas, Professora Titular nas disciplinas de Economia Política, Teoria do Desenvolvimento e Pensamento Económico Universal, Desenvolvimento Sustentável e o Modelo Global de Acumulação no contexto actual, Directora do Departamento de Pós-Graduação da Universidade de Moa (UMoa), Holguín, Cuba.

Manuel Fidel Sonhi Manassa, Universidade Lueji A'Nkonde

Doutor em Ciências Técnicas, Professor Auxiliar nas disciplinas de Gestão de Qualidade Total, Exploração a Céu Aberto, Desenho Assistido Por Computador, Informática. Decano da Escola Superior Politécnica da Lunda Sul (ESPLS) da Universidade Lueji A´Nkonde (ULAN).

Publicado
30-06-2020
Como Citar
Martín Astorga, E., & Sonhi Manassa, M. F. (2020). EXTRATIVISMO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA MINERAÇÃO: ALGUMAS REFLEXÕES NECESSÁRIAS. Revista Eletrónica KULONGESA – TES. ISSN 2707-353X, 2(2), 113-124. Obtido de https://kulongesa.ispls.ao/index.php/kulongesa-tes/article/view/82